Buscar
  • Comercial Tecsaude

A Engenharia Hospitalar na Gestão de Gases Medicinais


O sistema de Gases Medicinais e Vácuo Clínico de hospital de médio e grande porte, é composto, minimamente, pelos seguintes itens:

  • Central de Oxigênio, composta pelo tanque criogênico, vaporizadores e central de cilindros reserva de O2;

  • Central de Ar Comprimido Medicinal, e bateria de cilindros reserva de Ar Comprimido, (ou utilização de central de Nitrogênio com misturadores de gases);

  • Central de Vácuo Clínico;

A depender do conceito utilizado no hospital, podem estar presentes centrais de Óxido Nitroso (N2O) e/ou centrais de Dióxido de Carbono Medicinal (CO2), ambos utilizados no centro cirúrgico com finalidades terapêuticas específicas.


As unidades centrais visam entregar, através das redes internas instaladas, os produtos nos postos de consumo, projetados mediante o perfil de assistência médica concernente a cada ambiente hospitalar. Já as unidades de reserva visam, no caso de falta de fornecimento das unidades centrais, manter o abastecimento ininterrupto de cada ponto de consumo pelo tempo necessário e suficiente da recolocação das unidades centrais em operação.


Tendo em vista o Vácuo Clínico, são instalados equipamentos com redundância de capacidade, para os quais o não funcionamento de um elemento não interrompa o atendimento aos postos internos de consumo.


Vale salientar que todo dimensionamento destas redes de alimentação bem como das unidades centrais e unidades reserva de atendimento são regidas por normas técnicas específicas da ABNT, e gerenciadas internamente pelo setor de Engenharia de Manutenção Predial Hospitalar da Organização de Saúde, usualmente através de contratos de fornecimento e manutenção junto aos fornecedores nacionais de gases medicinais.

Neste momento, assim como a Assistência Médica e de Enfermagem, o setor de Engenharia Clínica deste hospital se transforma num cliente interno do setor de Manutenção Predial Hospitalar, sendo responsável pela validação da qualidade do produto entregue nos postos de consumo aos equipamentos deles dependentes para o seu perfeito funcionamento operacional.


OS BENEFÍCIOS DE UMA ENGENHARIA HOSPITALAR INTEGRADA (CLÍNICA E PREDIAL) NA GESTÃO DE GASES MEDICINAIS



Dentre os maiores problemas de alimentação de Gases Medicinais como insumo para os equipamentos médicos enfrentados pela Engenharia Clínica de um hospital, poderíamos citar como exemplos a presença de umidade na rede de ar comprimido e a vazão insuficiente de Oxigênio em setores críticos, quando da utilização simultânea de ventiladores pulmonares de alto fluxo. Em ambos os casos, a não solução imediata do problema pode representar, dentre outros:

  • Riscos a pacientes;

  • Danos a equipamentos;

  • Perda da segurança da equipe médica e de enfermagem nas instalações e tecnologias do hospital;

  • Quebra da confiabilidade da comunidade na qualidade da assistência prestada pelo estabelecimento de saúde;

  • Marca negativa na imagem da Instituição.

Neste momento, tanto a percepção do problema, como a velocidade na aplicação da solução técnica adequada, são fatores decisivos para, de forma preventiva, mitigar erros e evitar consequências desastrosas para a Organização de Saúde.


Dessa forma, uma vez que este hospital tenha de forma integrada as ações preditivas e preventivas da sua Engenharia Hospitalar, não havendo distância entre a responsabilidade e o comprometimento da sua equipe diante do produto a ser entregue para o seu cliente assistencial interno, estes problemas se tornam diminutos.


Assim, independentemente da natureza do evento, dos custos envolvidos para a solução definitiva do problema, ou até mesmo, das ações a serem implementadas para evitar as não conformidades nos processos internos, a integração dos serviços de Engenharia Clínica e Engenharia de Manutenção Predial Hospitalar garantem a assertividade e efetividade de uma gestão segura e confiável para um Estabelecimento Assistencial de Saúde.

QUER SABER MAIS SOBRE ESTES E OUTROS BENEFÍCIOS DE UMA ENGENHARIA HOSPITALAR INTEGRADA? Entre em contato conosco por apoiocomercial@tecsaude.com.br



8 visualizações0 comentário

(81) 3127-9150

(11) 99207-4064

R. Silvia Ferreira, 01 - Piedade, Jaboatão dos Guararapes - PE, 54400-220, Brazil